• Pedro Lobato Moura

Microcontos

Flores

Flor de esquina, mesmo que dada, será feliz se admirada com amor: até maria-sem-vergonha gosta de mãos que respeitam e sabem colher o gozo como dádiva.

Por outro lado, há a flor oculta, especial, seletiva. Será que no fundo teme, expectante, que ele nunca venha, o beija-flor raríssimo?

Entre dar-se e guardar-se, caminho, atento.

Liberdade

Existir é depender – eis a dor do Buda. Entre escolher e merecer – a cada um seu mestre. Antigamente se dizia, "agricultor é escravo sem senhor". Hoje, lamenta o ex-sertanejo: a terra era ainda boa patroa...

Plantar, hoje, é o ato mais revolucionário.

Irmão Tomé

Tomé nunca deixou de estar andando por aí. Nós, que buscamos, podemos encontrar.

Eu ia de ônibus, um dia, pelo interior de Minas, buscando-me. Em uma rodoviária que tinha no meio do caminho para Conceição do Mato Dentro, um homem cabeludo embarcou. Sorridente, sentou-se a meu lado.

Quando o ônibus já saía da cidadezinha, o homem olhou bem para mim e disse: “Você acredita, seu Tomé?” Sem pensar, respondi, “acredito!” E ele me mostrou a palma da mão.

#microcontos

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sonhos