• Pedro Lobato Moura

Microcontos

Destino de boto

Beleza. Absoluta Lindeza. Ideia, de que os efebos que existem são apenas o eco, evocam o eon quando nos pertencíamos, Alma e Beleza.

Porquê nos separamos? Não me lembro.

O cheiro da roupa dela, o desprezo dela, o corpo dela... Eu quero que ela queira minha mão, quero me esquecer tocando nela um solo inspirado, fatal.

Pergunto a mim mesmo, mergulhar, não te cansa? É este pérola ou morte, pérola ou morte: o desejo começa rubro, quente. Termina azul, inchado, inerte.

Ela

Ela: empinando pipa, moleca, chamava o vento, era dessas, queria domar o vento. Eu, de perto, observo. São sete anos de amor: nunca provei que o vento não escute. A amiga das chuvas.

Assombração é isso: o que nunca se prova, definitivo, se é ou não é. Fica atrás da orelha.

Ela: vai, acredita.

Dama-da-noite

Minha sogra afirma: em casa de família, não se planta dama-da-noite. Seu cheiro atrairia a traição.

Argumento com minha mulher, "batizaram assim a planta, à imagem daquelas humanas damas que profissionalmente se perfumam quando some o sol. E os que sofrem desse mal de pensamento mágico, logo, por simpatia, cortam a dama-da-noite - a perdição dos maridos!”

“E a planta vira o bode para o sacrifício”, completo lá do quarto, calçando as meias, ela na sala passando as roupas do bebê.

Ainda desenvolvo mais um pouco a minha tese, de que toda religião é, de fato, poesia mal compreendida.

Adereço

Diante do espelho, ela passa a máscara de cílios.

Eu sigo buscando uma filosofia que goze na diversidade, que aceite ser enganada, para caber Deus, eu e ela, o desejo e também aqueles cílios.

Ela é cabeleireira. Ela trocou um corte de cabelo por uma máscara de cílios, com uma cliente sua amiga. Na crise econômica, minha esposa está em casa, cigana que é: faz catiras e sobrevive.

Meus pais me fizeram contemplativo. Todo este volver de astros, as almas que sobem e descem: Aprecie o drama. Leio Platão.

Por vezes, ela é escrava das aparências, outras vezes, ela cura e salva com seus muitos talentos, tesoura e mãos de fada.

Boto fé nela: Lucas era médico; Jesus, contador de histórias.

Todo mundo sabe que é um truque, tudo na mulher é um truque - que a gente ama, que eu não quero não amar. Por favor, me engana.

#microcontos

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sonhos